I-REC: Certificado de Energia Renovável

Aquisição para redução das emissões de gases de efeito estufa e valor agregado aos produtos.

Os certificados internacionais de energia renovável (I-RECs, do inglês international renewable energy certificates) são títulos que representam a geração de 1 MWh a partir de fontes renováveis. 

Ao adquirir RECs, as empresas podem alegar que fazem uso da energia renovável, que seus produtos foram fabricados a partir de uma fonte de energia limpa e renovável, pelo período que adquiriram os títulos ou certificados. Também é possível demostrar, ao adquirir os RECs, que a empresa fez uma redução das suas emissões de gases de efeito estufa provenientes da aquisição de eletricidade.

No Brasil, a cada 1 MWh/ano consumido de energia, são emitidos 90 kg CO2e para a atmosfera. Adquirindo RECs na mesma proporção, em função do quanto se consome de energia (MWh), é possível alegar que houve redução dos gases de efeito estufa (GEE), segundo o Greenhouse Gas (GHG) Protocol Scope 2 Guidance. 

O mercado de green buildings, principalmente o sistema de certificação LEED - Leadership in Energy and Environmental Design - já faz uso há um bom tempo dos RECs, que podem ser adquiridos pelos empreendedores do mercado imobiliário como forma de garantir o uso de energia renovável durante o uso & operação do empreendimento, por um determinado período (p. ex, 5 anos).

Os RECs são produzidos apenas por Usinas ou empreendimentos de energia renovável (solar, éolica, biomassa, pequenas centrais hidrelétricas) credenciadas na plataforma I-REC Services e podem ser comercializados por “brokers” ou empresas participantes também credenciadas na mesma plataforma I-REC.

I-REC Service é um sistema global de rastreamento de atributos ambientais de energia projetado para facilitar a contabilidade confiável de carbono, para Escopo 2, compatível com vários padrões internacionais de contabilidade de carbono. 

Sob a ótica das Usinas, os RECs podem ser considerados como sub-produtos, proporcionando uma receita extra. Os RECs podem ser comercializados totalmente a parte da energia física vendida, ou vendido conjuntamente.

No Brasil, quem a faz a governação e gestão dos RECs é o Instituto Totum, uma organização que atua no mercado regulado e de autorregulação, com sede em São Paulo.

A ECarbon auxilia as empresas na escolha e aquisição dos RECs, em conformidade com o GHG Protocol e sistemas de certificação green buildings. 

A ECarbon trabalha em parcerias com Usinas (eólicas, solares, pequenas centrais hidrelétricas) e faz a venda dos Certificados de Energia Renovável levando em consideração: a origem da eletricidade consumida, duplo beneficiamento, garantia da rastreabilidade do carbono e da energia, temporalidade e os limites geográficos dos RECs.